Semana Nacional de Trânsito de todos



Olá!

Como já sabemos, de 18 a 25 de setembro acontece a Semana Nacional de Trânsito, onde há uma grande mobilização Nacional com intuito de gerir ações que possam estimular e alertar a sociedade sobre a Segurança no trânsito. A segurança sempre deverá ser a principal atenção dos Órgãos e indivíduos que são envolvidos diáriamente com o trânsito, mais também existem outros temas nesta semana.

A cidadania, cultura e educação, são ferramentas para a construção de uma sociedade mais justa e solidária.

O próprio Código de Trânsitro Brasileiro -CTB, estabelece essa data para uma maior ação dos órgãos, em nível amplo a conscientização da sociedade. Para os Agentes de Trânsito e outras pessoas envolvidas com a atividade de Educação, Orientação e Fiscalização do trânsito, praticam incansavelmente atitudes para colaborarem com um trânsito mais seguro, independentemente de suas reais condições de trabalho.

Sabe-se que o Brasil é um dos países com maior número de mortes no trânsito. Porém, a sociedade ainda não compreende o significado desses números, talvés por que veja somente como "núumeros" estatísticos. Se olhassem além, e entendessem que esses números refletem famílias destruídas, desestruturadas e desoladas, poderiam contribuir com maior intensidade da inversão deste quadro. Situação que persiste, por conta da omissão de cidadãos, que preferem transferir a responsabilidade únicamente para os órgãos públicos.

As instituições públicas surgiram para proteger o patrimônio público (direitos sociais e serviços) de pessoas mal intencionadas. Mas, a partir do momento que as pessoas que cobram providências são as mesmas que causam o dano, fica infinitamente impossível e inviável para os órgãos agirem com êxito sobre o problema.

Diferentemente de diversos problemas sociais, o problema das mortes de trânsito não se resolve somente com investimento financeiro em profissionais e equipamentos. A questão é de grande complexidade por envolver cultura e conscientização individual. No trânsito, cada um é responsável por sua vida e a vida de muitos outros, não só que estão no seu veículo, mas também, os demais usuários da via.

O pensamento humano é contantemente alterado, até mesmo pela extrema necessidade de adaptação social. Mais as pessoas ainda são muito receiosas em matéria de campanhas educativas. Interpretam como um certo controle psicológico, e acreditam violarem seu livre arbítrio. O que torna uma problemática a ser resolvida por pessoas capacitadas, e que levam a diversos estudos sobre os comportamentos sociais. Posteriormente devendo aplicar o resultado destes estudos nas campanhas educativas para o trânsito, como obejeto de possível resolução desses problemas.

Contudo, pela variabilidade de comportamento e as constantes mudanças, a burocracia estatal retarda a aplicação e diminui a possibilidade de recíproca positiva.

Por isso, reforço que a se não única, mas a mais forte chance de mudança da nossa realidade triste de mortes envolvendo veículos automotores no dia-a-dia, é de responsabilidade de todos e todas.

Conscientização. Faça dessa palavra uma prática!

Um comentário:

  1. Olá, como vocês devem saber, nesta quinta-feira é o Dia Mundial Sem Carro. Milhares de pessoas em todo o Brasil e no mundo já estão se organizando para deixar seus carros em casa e irem para as ruas com suas bicicletas, skate, patins ou de ônibus. Um simples gesto que demonstra nossa preocupação com o meio ambiente. E que tal trabalharmos todos juntos? Se vocês tem alguma ação programada para a data, mande para nosso e-mail paradapelavida@gmail.com, que vamos ajudar na divulgação, para que todos na cidade participem também. Não esqueça de confirmar sua presença em nosso evento no Facebook http://on.fb.me/oZvcpt, curta a nossa página http://on.fb.me/pHlsjB, siga nosso perfil no Twitter http://bit.ly/reSSuv e conheça nosso site http://bit.ly/oGFqxs
    Muito obrigado, contamos com você!

    ResponderExcluir